Captação de Patrocínio

Captação de Patrocínio – 10 erros e 10 acertos.



os dez principais erros e acertos que os atletas cometem na captação de patrocínios junto a empresas públicas ou privadas.

Os dez maiores erros
Os dez maiores acertos

1.          Ser arrogante e achar que patrocínio é uma espécie de filantropia onde a empresa tem obrigação de apoiar a "sua causa".
2.          Ser desinformado. Desconhecer o negócio do seu patrocinador e seus objetivos de marketing.
3.          Ser desatento e elaborar um projeto de patrocínio que inclua apenas os títulos conquistados esquecendo de elementos relevantes como: objetivos profissionais, contra-partidas para o patrocinador, clipping e valor justificado do investimento.
4.          Ser relapso. Não usar a logomarca do patrocinador. Pior: usar uma logomarca de um concorrente em algum evento em que a mídia esteja presente e que possa ser filmado ou fotografado.
5.          Ser intransigente. Colocar obstáculos quando a sua presença é solicitada.
6.          Ser preconceituoso. Não entender que os funcionários da empresa patrocinadora são os maiores avalistas da continuidade do seu apoio. Se eles não enxergarem a importância desta ação, dificilmente este compromisso será renovado.
7.          Ser acomodado. Não ser pró-ativo. Como o esporte não faz parte da vida diária da empresa, portanto cabe ao atleta informar sobre seu calendário, seus principais objetivos de curto e longo prazo e onde o patrocinador pode ser inserido.
8.          Ser distante. Visitar a empresa patrocinadora apenas no momento da assinatura (e/ou renovação) do contrato.Participar de uma competição e o seu patrocinador descobrir isso apenas pelos jornais.
9.          Ser ingrato. Esquecer, no momento das vitórias, de agradecer o apoio do patrocinador, de preferência por escrito.
10.        Ser ganacioso. Não entender que os custos de um patrocínio pesam em qualquer orçamento empresarial e não ter flexibilidade para negociar.

1.          Ser profissional. Entender que patrocínio é negócio. Usar a logomarca do patrocinador em todas as suas atividades profissionais (treinos, competições, eventos, entrevistas).
2.          Ser "antenado". Conhecer o negócio do patrocinador. A internet é uma boa fonte de pesquisa.
3.          Ser realista. Elaborar um projeto objetivo de patrocínio, cuja pedida financeira seja amparada por fatos que comprovem a validade do investimento.
4.          Ser consciente. Saber que todas as suas declarações à imprensa repercutem no patrocinador (as boas e más...). E que o seu comportamento social também é observado.
5.          Ser organizado. Fornecer à área de marketing e comunicação o seu calendário de atividades esportivas ao patrocinador e alertá-los sobre as competições mais importantes para você, suas alegrias e frustrações. Estabelecer um canal de comunicação constante.
6.          Ser atencioso. Estar disponível para eventos promovidos pelo patrocinador especialmente àqueles voltados para seus funcionários (quando não puder, não deixar de justificar).
7.          Ser pró-ativo. Identificar oportunidades novas de visibilidade, como visitas a projetos sociais apoiados pelo patrocinador, logomarca no website do atleta, etc.
8.          Ser parceiro. Não ser egoísta. Se colocar como mais um "membro" da equipe do patrocinador e ser solidário quando ele precisar de você nos momentos de dificuldade.
9.          Ser previdente. Entender que seu patrocínio depende da sua performance e não se expor a acidentes que poderiam ter sido evitados se você não se arriscasse tanto.
10.        Ser educado. Compartilhar com o patrocinador as suas conquistas e sempre após uma delas, agradecer o apoio e a confiança no seu talento.






10 dicas para conseguir um patrocínio esportivo


Faça um projeto de patrocínio com uma proposta de um negócio, onde ambos saem ganhando, a empresa apoiadora e você.

Tendo entendido isto claramente, aqui vão algumas dicas para que seu projeto de patrocínio seja bem recebido nas empresas:

1. Saber o que você está "vendendo", qual o seu produto.
     # você está vendendo uma imagem, uma referência.

2. Ter claro quais são as possibilidades que você pode dar a seu investidor, o que você pode oferecer.
    # descrever onde e em quais situações a marca do patrocínio terá visibilidade.

3. Detalhar custos, isto é importante para dar credibilidade a seu projeto.
    # onde você vai aplicar o dinheiro que receber.

4. Planejar o futuro, mostrar que existem novas possibilidades no horizonte.
    

5. Detectar que empresas tem o perfil de seu projeto, procurar que empresas patrocinam projetos parecidos com o seu.
# Procure empresas que tem algo a ver com o motociclismo, adrenalina, ação, energia.

6. Ter uma apresentação bem feita, deve ser fácil, clara e rápida de ler (preferivelmente em forma de slides).

7. Estar atento a possibilidades de permuta, é muito mais simples para empresa conseguir produtos e serviços do que dinheiro.
  # Indique no seu pedido que está disposto a receber produtos da empresa como forma de patrocínio.


8. Ser criativo e criar propriedades diferenciadas do que já é feito.
# buscar o novo, inovar!

9. Negociar como quem está vendendo um produto, não como se tivesse pedindo algo
# focar na parceria

10. Acredite no seu produto, crie um projeto no qual você investiria se fosse um patrocinador.


Boa sorte !!!

Dangleber Pereira Leite




Obs.: Compilação e adaptação de vários artigos.
Cesar Augusto Sbrighi
Especialista em Marketing Esportivo pela Universidade de Nova Iorque


0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado. Aguarde Liberação.

PATROCÍNIO

_______________

_______________

_______________

_______________

_______________

Próximo evento

Enduro de Mossoró - 24/09

Dia 24/09 tem ENDURO DE MOSSORÓ próxima etapa do Campeonato RN de Enduro FIM que será organizada por Thiago Salomão, Roberto e Sidney, ...

Barra de vídeo

Loading...

Visitante nº